Renunciar à personalidade significa perceber “lados” que você desenvolveu em si mesmo de maneira inconsciente. Hoje em dia essa escolha atrapalha a convivência com os outros e consigo mesmo. Geralmente esses “lados” são bem vistos socialmente, acreditando que é normal reagir a tudo de maneira dramática. Pode se dizer que é daí que surgem a maioria dos problemas.

 

A personalidade é composta por vários “lados” ou facetas e são usados nas mais variadas situações, quase sem controle. Por exemplo, em uma situação difícil você pode acessar o seu lado medroso, ciumento, irritado, raivoso, etc. Isso significa que você sai do equilíbrio e “vai para o lado”, onde acessa desvios do que seria a verdadeira maneira de ser.

Esses “lados” foram criados em algum momento do seu passado, onde algo aconteceu que pegou você desprevenido. Para que isso não acontecesse novamente você criou um “lado” defensivo e acreditou que agindo assim estaria preparado para o que desse e viesse. Se pensarmos então que, ao longo da vida, criamos vários “lados”, poderemos facilmente perceber como poluímos a nossa verdadeira maneira de ser.

Ao contrário do que podemos imaginar, essas defesas prejudicam muito a nossa vida, pois sobrecarregam o pensamento. É como se constantemente alimentássemos a mente com veneno, sem sequer usar um antídoto, já que não questionamos a nossa atitude. A mente, por sua vez, fica repetindo as afrontas sofridas, fazendo com que elas se tornem atemporais. Isso significa que um evento que aconteceu na infância, e para o qual você criou um ”lado” defensivo, seja repetido mentalmente como se tivesse acontecido hoje.

Quando dizemos que renuncie à sua personalidade, queremos dizer que precisamos nos desapegar de todos esses ”lados”. É possível fazer isso quando percebemos conscientemente qualquer manifestação nesse sentido.

Na verdade, a personalidade deveria desaparecer e dar lugar à verdadeira consciência, ao equilíbrio total, em todas as horas, sozinhos ou no meio da multidão. Cuide-se, faça psicoterapia.

 

A primeira coisa a fazer é admitir para si mesmo que precisa mudar. Dê o primeiro passo. A psicoterapia ajuda a resolver e a trazer o equilíbrio para dentro de você.

 

Inscreva-se nos grupos de relacionamento. Saiba mais.